O Que É e Como Adotar a Gestão de Ativos na Sua Indústria?

12/04/2021
Acoplamentos
Lourenço Daudt

A gestão de ativos é pauta cada vez mais comum no planejamento estratégico de diversas indústrias. Quem não está aplicando-a, já corre riscos de ser deixado para trás pelos concorrentes.

Mas afinal, do que se trata a gestão de ativos industriais?

Quando falamos desse assunto, é comum pensar em várias coisas.

Seria o correto gerenciamento dos investimentos da empresa? Seria a aplicação da manutenção preventiva?

Bom, pode ser tudo isso — mas saiba que a gestão de ativos envolve muito mais!

E esse é um assunto sério para a indústria, que sua empresa deveria entender o quanto antes para poder aprimorar seu planejamento estratégico.

O resultado desse esforço? Menos custos operacionais e mais eficiência produtiva.

Isso mesmo! Mas por onde começar a entender a gestão de ativos industriais? Não se preocupe, porque criamos esse conteúdo completo para lhe contar tudo,  basta seguir a leitura!

Conheça a Linha Completa de Peças Industriais da Antares!

O Que É Gestão de Ativos?

o-que-e-gestao-de-ativos

A gestão de ativos é um procedimento que visa gerenciar todo ciclo de vida de um ativo corporativo. Seu objetivo é aumentar a vida útil do ativo, minimizando seus custos, aumentando sua qualidade e potencializando sua produtividade.

Esse processo de gerenciamento é executado de forma a monitorar os ativos de uma empresa, rastreando suas atividades diárias para compor melhores rotinas de manutenção.

Em geral, sua aplicação envolve o gerenciamento de toda a linha de ativos físicos e de  infraestrutura de uma organização.

Ou seja, falamos de qualquer ativo industrial, desde o projeto, instalação e aquisição até a operação, manutenção, descarte e substituição.

Com uma boa gestão de ativos industriais na empresa, você reduz a capacidade ociosa e ainda terá as respostas para perguntas essenciais do dia a dia operacional, como:

  • Qual a localização do ativo?
  • Quem está utilizando e quem é responsável pelo ativo?
  • Quando o ativo precisa passar pela manutenção preventiva, preditiva, proativa, etc?

O Que É Um Ativo Industrial?

Quando falamos em ativo industrial, nos referimos a todos os bens fixos e móveis de uma indústria.

Uma fábrica ou máquina é um ativo fixo. Já veículos, equipamentos e máquinas que dependem de movimentação (como um guindaste) são ativos móveis

Eles podem ser encontrados em todos os setores, locais e instalações de uma empresa.

Esses ativos industriais representam um valor real (seja atualmente ou em relação ao futuro) para a empresa.

Sua gestão é essencial para que mantenha os ativos em condições de operar o máximo possível, de modo que agreguem valor aos processos — e não o contrário.

Quais os Benefícios da Gestão de Ativos?

beneficios-gestao-de-ativos

Já deu para entender a importância da gestão de ativos, certo?

Agora é hora de conhecer os benefícios por trás da sua adoção e como impactam no planejamento e controle da produção.

Que tal conferir para compreender como pode ajudar o seu negócio?

Redução de Custos

Você sabia que tempo ocioso não-planejado pode custar um caminhão de dinheiro para o seu negócio?

Um levantamento do Aberdeen Group viu que, a cada hora de “downtime”, as indústrias podem perder de US$ 10 mil a US$ 250 mil, dependendo do tamanho do negócio.

A gestão de ativos evita esses cenários, pois mantém os ativos devidamente protegidos.

Desse modo, ao equilibrar a necessidade de manutenção preditiva e preventiva, você observa um melhor desempenho de cada ativo, o que serve para reduzir custos futuros de manutenção e/ou troca inesperada do maquinário.

Aumento da Produtividade

Os dois objetivos principais da gestão de ativos são reduzir os custos de manutenção industrial e estender a vida útil dos ativos.

Assim, você vai melhorar a disponibilidade e o desempenho dos ativos, reduzindo o tempo de inatividade.

Controle da Depreciação por Departamento

A correta gestão de ativos industriais reforça a organização de demanda por novos ativos de acordo com os departamentos.

Desse modo, você tem maior controle sobre a depreciação observada em cada setor, entendendo os custos de cada parte da operação.

Otimização do Orçamento

Com a gestão de ativos, você compreende totalmente seu nível de demanda por bens e recursos.

Desse modo, é possível realizar previsões acertadas e ser mais eficiente ao definir o orçamento.

Conduta Legal Correta

Sabe aqueles dados que sempre faltam ao realizar o levantamento de tributos da sua empresa?

Com a gestão de ativos, é possível aplicar os impostos corretos em relação aos ganhos de alienação de bens da sua empresa.

Conhecimento Sobre o Valor Real da Empresa

A gestão de ativos permite que você e todos os gestores saibam o real valor da empresa e os custos de toda operação.

É um conhecimento que aprofunda seu entendimento sobre a importância da redução de custos e da otimização dos processos em prol dos resultados.

Como Fazer Uma Boa Gestão de Ativos?

A gestão de ativos industriais é uma prática fundamental para uma operação eficiente. Mas e na prática, como aplicá-la?

Sugerimos seguir um passo a passo bem simples, confira:

  • Inventário de ativos (considerando seu histórico): Faça o inventário dos ativos industriais, bem como seu histórico de problemas (inatividade não-planejada, por exemplo), manutenções ou trocas.
  • Defina planos de manutenção: Seja de manutenção preditiva como preventiva (e mesmo corretiva), é essencial definir rotinas e planos de manutenção viáveis, que possam otimizar os custos dos ativos e reduzir a chance de potenciais falhas.
  • Acompanhe de perto os custos de manutenção: Mapeie todas as informações relacionadas à manutenção, incluindo custos. Isso permite a otimização dos orçamentos, bem como melhora a visibilidade dos custos de ativos específicos na sua fábrica.
  • Não se esqueça das métricas de desempenho: Procure centralizar as métricas de desempenho dos ativos, de forma a facilitar a avaliação do seu custo-benefício, bem como a necessidade de manutenção ou troca.

Conheça a Linha Completa de Peças Industriais da Antares!

Conclusão

Este conteúdo serviu de introdução e aprofundamento para que você entenda mais sobre a gestão de ativos.

Ao finalizá-lo, você já sabe o que é a gestão de ativos, os benefícios e como implementar em seu negócio.

Além disso, entendeu que é um dos pilares de uma gestão industrial eficiente e moderna, algo imprescindível para a indústria 4.0.

Agora, que tal entender ainda mais sobre esses assuntos, aprendendo a melhorar a administração da sua fábrica?

É sobre o que falamos aqui no blog da Antares Acoplamentos!

Continue acompanhando nossos posts!

Sobre o autor:
Lourenço Daudt
Lourenço Daudt trabalha na engenharia de aplicação da Antares Acoplamentos. Há anos trabalha visitando fábricas e acompanhando de perto as dificuldades dos operadores no dia-a-dia.