Indústria 4.0: O Que É e Quais os Impactos Positivos na Indústria?

22/03/2021
Acoplamentos
Lourenço Daudt

A Indústria 4.0 é um dos assuntos mais discutidos na atualidade. O grande e intenso interesse dos profissionais não é para menos, pois o conceito pode aumentar a produtividade e lucratividade das empresas.

Desse jeito, você também não pode ficar de fora dessa pauta, concorda?

Para esclarecer tudo e te ajudar no dia a dia profissional, preparamos este conteúdo com os grandes pontos ligados à automação industrial. 

Entenda todos os detalhes por aqui! 

Conheça a Linha Completa de Engrenagens e Peças Industriais da Antares!

O Que É Indústria 4.0?

Indústria 4.0 ou Quarta Revolução Industrial, como também é conhecida, trata-se do amplo uso de tecnologias para automação dos trabalhos e troca de dados. O objetivo principal dessa revolução é a melhoria da eficiência e produtividade dos processos.

Algumas das tecnologias empregadas na indústria 4.0 são a inteligência industrial, internet das coisas, computação em nuvem, robótica, entre outros conceitos que seguem a mesma linha. 

Quais os Princípios da Indústria 4.0?

principios-da-industria-4.0

É claro que a automação industrial causa consequências em qualquer ambiente. Antes mesmo de adotá-la, por isso é importante estar atento a esses efeitos. 

Então, veja quais são eles: 

Capacidade de Operação em Tempo Real

O tempo definitivamente é um fator precioso quando falamos na capacidade produtiva das indústrias.

E o melhor jeito de otimizar horas, minutos e segundos é, também, com a Indústria 4.0. 

Isso porque a alta tecnologia permite que você capte dados sobre matérias-primas e produtos em desenvolvimento e, se preciso, já mude as estratégias. 

Virtualização

A virtualização é surpreendente. A ideia propõe o uso de sensores em toda a planta da indústria para que, assim, seja viável monitorar todas as tarefas e processos em tempo real. 

Não tenha dúvidas: muitas análises e insights podem sair dessa observação constante.

Descentralização

Se tem um assunto muito recorrente aqui no blog é sobre os cuidados com máquinas e equipamentos. 

Você sabia que dá para investir em aparelhos independentes? Nesse caso, eles têm a capacidade de analisar contextos e tomar decisões por conta própria. 

Por exemplo, imagine que certa matéria-prima passou a sair com um pequeno problema da máquina. 

Nesse caso, por meio da automatização, daria para o equipamento pausar o trabalho e só retomar depois que houver o ajuste feito por ele mesmo. 

Orientação a Serviços

Poder explorar a tecnologia ao máximo também faz com que você tenha mais dados em menos tempo nas mãos. 

Além disso, permite o estudo e análise dos processos e resultados de modo prático. 

Tudo isso soma a estratégias de aperfeiçoamento para a produção e, claro, para o lucro da indústria. 

Modularidade

Como o próprio nome adianta, a modularidade é referente a módulos. Mais especificamente, à manipulação deles.

Ou seja, através dos meios tecnológicos, dá para alterar a ordem de tarefas e processos, de uma forma que o dia a dia fique mais fácil a todos os colaboradores. 

Interoperabilidade

Por último, a interoperabilidade é a conexão criada entre equipamentos, máquinas e computadores. 

Vale ressaltar que essa comunicação também é fundamental para a maior produtividade e crescimento dos negócios. 

Quais as Principais Tecnologias da Indústria 4.0

Lá no primeiro parágrafo do texto, ao explicar o que é indústria 4.0, mencionamos alguns tipos de tecnologias usadas nessa modernização. 

Como essa parte também é extremamente importante, vale falar melhor sobre ela. 

Veja quais são as outras tecnologias, qual o objetivo delas e como funcionam: 

Internet das Coisas

A Internet das Coisas é o poder de conexão entre usuários, inúmeros dispositivos e objetos. Já a comunicação se dá por meio de softwares e sensores inteligentes. 

A partir disso, fica mais fácil analisar, coletar e estudar dados. Sem contar na praticidade e otimização de tempo dentro de tarefas diárias. 

Big Data Analytics

Por falar em observação de dados, o Big Data Analytics é o conceito que mostra como pegar, olhar, tratar e usar informações importantes. 

Esses passos fazem com que a tomada de decisão, em qualquer tipo de indústria, seja muito mais segura e, assim, eficiente.

Inteligência Artificial

A terceira grande invenção tecnológica é a Inteligência Artificial. Dentro desse contexto, podemos encontrar equipamentos e máquinas com altíssima capacidade de processamento

Tanto é que, por vezes, os aparelhos conseguem substituir ações humanas em determinados ou, até mesmo, em processos como todo. 

Segurança

Cyber Segurança ou somente Segurança é a ideia de proteger dados e informações preciosas por meio de softwares. 

Sem dúvidas, um apoio de importância indescritível, uma vez que a invasão e o roubo de dados industriais pode significar um prejuízo sem precedentes para a indústria. 

Computação em Nuvem

Já a Computação em Nuvem é o conceito que viabiliza o armazenamento de dados em sistemas da internet. 

Ou seja, ao invés de guardar, por exemplo, pastas e documentos na memória do próprio computador, você deixa tudo guardado em um ambiente virtual. 

Isso não só torna tudo mais seguro como também deixa a rotina mais prática para os funcionários. 

Quais os Impactos Positivos da Indústria 4.0?

Felizmente, dá para falar sobre muitos fatores positivos ligados à Indústria 4.0, como:

  • maior capacidade de análise de dados;
  • aumento da produtividade;
  • praticidade de tarefas;
  • segurança de informações importantes;
  • geração de empregos;
  • redução de gastos com matérias-primas e produtos que precisam ser ajustados ou refeitos;
  • maior qualidade empregada em todas as produções;
  • entre outros. 

Quais os Principais Desafios da Indústria 4.0?

desafios-da-industria-4.0

É claro que, como tudo na vida, a automação industrial também tem seus desafios. 

O primeiro deles é o conhecimento e adoção das tecnologias. Em seguida, vem a lição de conseguir aprender como funciona conceito por conceito (Internet das Coisas, Big Data Analytics, etc.) e uso correto dessas propostas. 

As indústrias também costumam enfrentar dificuldades para encontrar profissionais que já tenham uma boa base em Indústria 4.0. 

Outro caso comum é o da falta de verba suficiente para fazer a transição tecnológica.

Como as Empresas Podem se Preparar Para a Indústria 4.0?

Talvez você não tenha percebido, mas já começou o seu processo de implementação da Indústria 4.0. 

Isso porque a primeira tarefa é justamente tomar conhecimento sobre o conceito, o que este conteúdo está te proporcionando. 

Depois, sugerimos que os colaboradores façam um levantamento das lacunas existentes no chão de fábrica. Quais são as maiores dificuldades em cada setor? 

O terceiro passo é tentar adotar as tecnologias para resolver os impasses. 

No começo, vá devagar, aos poucos mesmo. Você não precisa trocar todas as máquinas da indústria por versões mais modernas e com Internet das Coisas.
Só de começar a usar o Big Data Analytics em uma área e outra já pode garantir grandes mudanças. 

Os demais benefícios logo serão conquistados também. Dê tempo ao tempo! 

Conheça a Linha Completa de Engrenagens e Peças Industriais da Antares!

Conclusão 

A Indústria 4.0 é realmente surpreendente! 

As tecnologias envolvidas no conceito são gigantescas e superam a nossa imaginação. Você também pode aproveitar todos os benefícios da Internet das Coisas, Cyber Segurança, Computação em Nuvem, entre outras soluções. 

Basta estar aberto às novidades, conhecer o máximo possível de cada pilar tecnológico e, depois, levar as propostas para dentro do seu trabalho. 

Nós temos a certeza de que os resultados em produtividade dos equipamentos industriais, satisfação dos colaboradores e clientes serão ótimos. 

Aproveite!

Sobre o autor:
Lourenço Daudt
Lourenço Daudt trabalha na engenharia de aplicação da Antares Acoplamentos. Há anos trabalha visitando fábricas e acompanhando de perto as dificuldades dos operadores no dia-a-dia.