PCP: O Que É e Como Fazer o Planejamento e Controle da Produção?

24/03/2021
Acoplamentos
Lourenço Daudt

O PCP é uma parte essencial do sucesso de uma empresa da indústria.

É um sistema e um conjunto de metodologias que visa proporcionar um diferencial competitivo para a organização.

Tudo isso com a organização dos setores de vendas e produção, conduzindo a operação de maneira estratégica em relação às demandas do mercado.

E você, tem ideia de como o PCP pode se encaixar no seu negócio? Neste conteúdo, você vai aprender isso e muitas mais.

Basta seguir a leitura!

Conheça a Linha Completa de Peças Industriais da Antares!

PCP: O Que É o Planejamento e Controle da Produção?

o-que-e-pcp-planejamento-e-controle-da-producao

O PCP (sigla para Planejamento e Controle da Produção) é um sistema de gerenciamento das atividades produtivas e operacionais de uma empresa.

De acordo com o conceito cabe aos seus profissionais definir os recursos operacionais a serem utilizados em cada processo produtivo.

Ou seja, em um chão de fábrica, cada novo projeto possui o aval do PCP:

  • que planeja o que e com o quê a produção será feita;
  • que programa quais recursos e em qual prazo será efetuado e;
  • que controla e monitora toda operação, a fim de evitar erros e retrabalhos.

Dessa forma, o PCP busca sempre padronizar a rotina operacional, de modo que a empresa crie fluxos de trabalho bem definidos e viáveis.

Assim, é possível produzir mais e melhor, reduzindo custos operacionais.

Quais os Objetivos do PCP?

É possível afirmar que o PCP, como é conhecido, tem influência direta em todo negócio. Por isso, é essencial para o seu sucesso.

Mas… Na prática, quais os objetivos por trás de sua implantação? Mostramos para você:

Programação da Produção

O Planejamento e Controle da Produção busca programar todos os recursos operacionais utilizados em cada projeto, do início ao fim do fluxo predeterminado.

Dessa forma, é possível entender a capacidade produtiva da empresa e definir com mais exatidão os períodos para produção de cada nova demanda.

Carregamento de Máquinas e Postos de Trabalho

O PCP busca também compreender a capacidade operacional do maquinário e dos postos de trabalho.

Ou seja, por exemplo:

Quantas horas um torno mecânico vai trabalhar no dia? E quanto tempo a estação de soldas vai ter livres para desempenhar certa atividade?

Dessa forma, o time consegue entender quanto uma máquina ou posto de trabalho pode suprir determinada demanda — ajustando a produção e prazo conforme os cálculos.

Sequenciamento e Priorização da Produção

A partir desse ponto, é necessário que o PCP realize o ordenamento de etapas operacionais a serem executadas.

Afinal, cada projeto consiste de fluxos lógicos que visam complementar um ao outro, terminando na montagem final do produto.

Desse modo, é necessário pensar na hierarquia de processos a ser levada em conta para definir a ordem de produção.

Monitoramento da Produção

Acompanhamento da produção, com intuito de observar a conformidade de acordo com a ordem dos fluxos de produção, bem como da utilização de recursos.

É uma etapa onde reajustes são também admitidos, em combinação com as novas demandas que entram no chão de fábrica.

Quais as Vantagens da Implantação do PCP?

Ao aplicar o PCP na sua empresa, é possível observar vários benefícios práticos que vão trazer resultados assertivos para o negócio.

Entre as principais vantagens, podemos citar:

  • Redução de custos: um maior controle do processo produtivo influencia na qualidade da gestão operacional. Com menos retrabalhos, menores são os custos.
  • Melhores resultados finais: Ao entender seu processo produtivo, é possível compreender os pontos fortes e fracos do negócio. Assim, fica mais fácil agir para resolver os problemas e otimizar os processos.
  • Melhor tomada de decisão: Com dados em mãos, é possível se colocar à frente dos imprevistos. Isso significa mais qualidade na tomada de decisão.
  • Sistematização do processo de produção: O PCP auxilia a empresa a organizar o chão de fábrica, o que facilita a operação e dá mais segurança e qualidade para a produção.
  • Maior alinhamento entre produção e vendas: O PCP obriga os setores de vendas e produção a conversarem entre si. Assim, há maior alinhamento e entendimento sobre estoque, capacidade produtiva e necessidade de vendas.

Quais as Etapas do PCP?

quais-etapas-do-pcp

O PCP é um método calcado na organização do chão de fábrica e do setor de vendas. É como uma ponte estabelecida, que visa definir a produção conforme a demanda.

Confira as etapas do planejamento e controle da produção:

1. Previsão de Demanda da Produção

Etapa que busca entender quando deve produzir cada produto e em quais quantidades (respeitando questões como volatilidade da demanda, sazonalidade, etc).

É essencial para entender e programar a compra de matéria-prima, planejar o estoque, definir produtos com alta e baixa rotatividade, entre outros.

2. Planejamento da Capacidade Produtiva

Com os dados da previsão de demanda em mãos, é possível que o PCP entenda a capacidade de produção do chão de fábrica, adequando o cronograma de produção.

3. Planejamento Agregado da Produção

Nessa etapa, o PCP busca entender qual a melhor estratégia para conduzir a produção da organização. 

É uma métrica anual, mas que pode ser adaptada. Leva em conta questões como volume de produção, estoque, horas extras, etc.

4. Plano Mestre da Produção

É um plano mais detalhado que o PCP desenvolve para entender exatamente quais recursos, em quanto tempo e qual o nível de produção deve ser destinado para cada projeto.

5. Programação Detalhada da Produção

Trata-se de um plano amplo, que vai descrever a rotina da empresa.

Ou seja, como o seu dia a dia vai correr em relação às demandas, fluxos de produção, uso de matéria-prima, entre outros.

6. Controle de Produção

Monitoramento da performance e do desempenho geral das equipes operacionais envolvidas em cada etapa do projeto.

Como Fazer Um Planejamento e Controle de Produção?

O PCP é um método de gestão operacional que depende de certas ferramentas para o seu sucesso.

Ou seja, metodologias que vão guiar o nível de organização e o estilo de gestão por trás dos processos produtivos.

Você pode utilizar ferramentas como:

  • Kanban;
  • 6 Sigma;
  • Kaizen;
  • Poka-yoke.

Esses frameworks permitem que você gerencie as entregas e defina a ordem das entregas, com diferentes pontos focais (como a organização, produtividade, trabalho coletivo, redução de custos, etc).

Além disso, o uso de um sistema ERP é indicado para fortalecer a aplicação das boas práticas de gestão.

Conheça a Linha Completa de Peças Industriais da Antares!

Conclusão

Pode fazer o teste e perguntar: não há indústria bem-sucedida sem um bom PCP por trás da produção.

É uma etapa importantíssima da organização operacional do chão de fábrica, conciliando as demandas que vêm do setor de vendas e ajustando-as dentro das possibilidades da produção.

Ou seja, o PCP é um verdadeiro facilitador para o seu negócio. Logo, uma necessidade para sua organização!Gostou do conteúdo? Estamos atualizando constantemente aqui no blog da Antares Acoplamentos! Continue o seu aprendizado!

Sobre o autor:
Lourenço Daudt
Lourenço Daudt trabalha na engenharia de aplicação da Antares Acoplamentos. Há anos trabalha visitando fábricas e acompanhando de perto as dificuldades dos operadores no dia-a-dia.