Tipos de acoplamento: saiba como e onde utilizar da melhor forma

26/08/2021
Acoplamentos
Lourenço Daudt

Acoplamentos são peças fundamentais para uma empresa e toda a sua maquinaria. Isso acontece porque são importantes elementos de transmissão, os quais criam a conexão entre sistemas de máquinas.

No entanto, não existe apenas uma forma de acoplamento. Existe uma grande quantidade de tipos de acoplamentos, como, por exemplo, acoplamentos elásticos, de precisão, rígidos, hidráulicos e magnéticos.

Nesse artigo, portanto, vamos falar um pouco sobre esse vários tipos de acoplamentos, além de explicar mais sobre as funções gerais deles e o que levar em conta na hora de escolher um acoplamento para ter o melhor aproveitamento possível. Boa leitura!

Acoplamentos industriais: o que são e quais as suas funções? 

O que são acoplamentos e quais as suas funções?

De forma geral, os acoplamentos se configuram como conjuntos mecânicos que oferecem transmissão mecânica. 

Sendo assim, a sua principal função é justamente a rotação e a transmissão de torque. Entre as suas diversas funções associadas estão, por exemplo:

  • Acomodar desalinhamentos existentes entre os eixos;
  • Absorver pequenos choques e pancadas;
  • Aumentar a vida útil de redutores, motoredutores e máquinas acionadas;
  • Reduzir vibrações.

Quais os principais tipos de acoplamentos?

Como já falamos antes, existem diversos tipos de acoplamentos no mercado. Aqui vamos citar alguns que iremos explicar mais sobre:

  • Flexíveis;
  • Precisão;
  • Rígidos ou fixos;
  • Lâminas;
  • Engrenagens;
  • Hidráulicos;
  • Magnéticos.

Flexíveis

Os flexíveis são aqueles tipos de acoplamentos usados para evitar movimentos bruscos. Isso é possível pois garantem maior suavidade na transmissão mecânica. Sua principal função é, portanto, a acomodação dos desalinhamentos.

Os acoplamentos flexíveis podem tanto ser elásticos, sendo apropriados para transmitir rotação, movimento de torção e amortecer picos de cargas, como não elásticos, sendo rígidos mas capazes de suportar determinados desalinhamentos.

Precisão

Os acoplamentos de precisão servem para transmitir movimentos sem que haja a existência de folga torcional, Isso, por sua vez, garante um movimento com sincronismo entre os equipamentos.

Eles também são capazes de resistir a grandes variações no torque de acionamento enquanto transferem a rotação com precisão, além de oferecerem movimentos dinâmicos, sendo ideais para o uso em pequenos sistemas de transmissão em máquinas leves.

Rígido ou fixo

Os acoplamentos rígidos, devido ao fato de serem fixos, podem ser usados quando os eixos estão alinhados. Sua propriedade faz com que eles não consigam absorver choques, vibrações e desalinhamentos 

São também um dos tipos de acoplamentos com uma manutenção mais fácil. Além disso, há 3 tipos de acoplamentos rígidos: em luva, flangeados e bipartidos. 

Lâminas

Esse é um dos tipos de acoplamentos que serve para acomodar desalinhamentos angulares, paralelos e axiais.  Seu torque é transmitido por meio de discos finos, sendo tensionados e comprimidos durante a operação.

Além da função de alinhamento, eles também transmitem força e compensam o movimento relativo entre o eixo motriz e o movido.

Engrenagens

Os acoplamentos de engrenagens são utilizados para transmissão de grandes torques por meio de cubos com dentes. Costumam ser aplicados na saída de redutores e motoredutores.

Eles também são capazes de acomodar desalinhamentos em todas as direções, axial, paralelo e angular.

Hidráulicos

Os acoplamentos hidráulicos são constituídos por duas hélices, sendo uma no eixo motriz e outra no eixo movido. 

A função desse tipo de acoplamento é  funcionar como um sistema de bomba-turbina. Dessa forma, eles fazem com que o lado motor bombeie o fluido hidráulico contra o lado da turbina, de modo a impulsionar.

Magnéticos

Por fim, um acoplamento magnético age com a transmissão do torque sendo feita pelo ar. Isso é possível por meio do campo magnético formado entre os eixos. 

Por essa razão, a transmissão de torque acontece sem contato físico entre o rotor e a máquina de trabalho durante a operação.

Como é formado um acoplamento e quais são os segmentos que mais utilizam esses produtos?

Os diferentes tipos de acoplamentos, de forma geral, são formados por dois cubos e um elemento elástico. No entanto, em alguns casos, não há elástico.

Os setores que mais usam acoplamentos são áreas da mineração, agronegócio, metalurgia, alimentício, siderúrgico, sucroenergético e petroquímico. Suas aplicações nesse segmento são variadas. Podem ser para, por exemplo: 

  • Bombas;
  • Agitadores;
  • Transportadores;
  • Elevadores;
  • Compressores;
  • Ventiladores;
  • Reatores.

Qual a importância de escolher um bom acoplamento?

Um acoplamento de qualidade faz toda diferença para o maquinário. Isso acontece porque sendo bons, vão oferecer melhores resultados: maior eficiência e produtividade para a empresa.

O que é preciso considerar na hora de adquirir um acoplamento?

Existem três elementos principais que você deve levar em conta na hora de comprar um acoplamento para a sua empresa.

Condições específicas das máquinas

Toda máquina tem suas particularidades e isso não pode passar despercebido. Portanto, é essencial analisar as características do equipamento que vai receber o acoplamento.

Algumas dessas características são, por exemplo, a vibração, o desalinhamento e a potência.

Apoio do fabricante

Quando se coleta as informações que se precisa, é mais fácil encontrar a opção adequada, que pode ser oferecida pelo fornecedor. 

Além disso, também é muito importante ter o apoio do fabricante. Ele deve garantir, por exemplo, suporte para um bom cálculo de dimensionamento.

Confiabilidade

Por fim, confiabilidade. É preciso ter confiança na empresa que está escolhendo o seu acoplamento. Por isso, vale a pena escolher uma marca conceituada e com experiência no mercado.

É importante considerar empresas que forneçam atendimento técnico e de engenharia para lidar com os eventuais problemas dentro da indústria.

Quais são os riscos de se trabalhar com um acoplamento não adequado?

tipos de acoplamentos riscos

Existem alguns riscos em não optar pelo acoplamento mais adequado. Por exemplo, um acoplamento inadequado pode comprometer a vida útil de todos os outros componentes, Isso gera um outro problema, que é o aumento do tempo de manutenção.

Portanto, para evitar esse tipo de problema no futuro é essencial analisar a venda como um todo e não apenas o valor final do acoplamento.

Se você estiver precisando de peças de qualidade e acoplamentos para aplicar em seu setor, conheça os produtos da Antares Acoplamentos, empresa de grande referência entre os fabricantes de acoplamentos no Brasil!

 

Automação industrial: entenda o que é e como pode te ajudar!

Conclusão

Nesse artigo você conhece os vários tipos de acoplamentos que existem no mercado e, principalmente, a importância de saber escolher bem um bom fabricante para se ter maior sucesso com o produto!

Sobre o autor:
Lourenço Daudt
Lourenço Daudt trabalha na engenharia de aplicação da Antares Acoplamentos. Há anos trabalha visitando fábricas e acompanhando de perto as dificuldades dos operadores no dia-a-dia.