Rolamento Axial: Entenda o que é, os tipos e para que serve

14/03/2022
Acoplamentos
Lourenço Daudt

Quem conhece o dia a dia industrial, sabe bem a importância dos rolamentos para manter o bom funcionamento do maquinário. 

Porém, você sabe quais são os diferentes modelos? O rolamento axial, por exemplo, possui usos e funções específicas para cada equipamento.

Rotações por minuto, carga mínima e temperatura são alguns fatores que determinam os modelos de rolamento mais adequados para melhorar o desempenho da máquina. 

Continue acompanhando o artigo a seguir para conhecer mais sobre esse rolamento, suas funções e principais utilidades. Confira!

O que é um rolamento axial?

Esse modelo de rolamento é indicado para suportar cargas axiais; aquelas que atuam em um eixo central. 

Nesse contexto, o rolamento serve para manter o eixo na direção adequada, evitando desgaste da peça e absorvendo o impacto de cada rotação. 

Para que serve um rolamento axial?

Grandes máquinas precisam aguentar altas cargas enquanto funcionam. Assim, o rolamento axial contribui para manter a alta performance do equipamento. Em suma, essa peça serve para:

  • prevenir o eixo axial de desgastes;
  • oferecer mais performance ao maquinário;
  • suportar grandes cargas;
  • reduzir a necessidade de lubrificação

Também vale destacar outros usos que tornam esse rolamento bem versátil. 

Como é composto por anéis concêntricos — com câmaras que abrigam elementos rolantes —, ele permite o intercâmbio das partes, facilitando a manutenção e a tornando menos custosa, pois mantém a máquina sempre funcionando. 

Nesse contexto, o rolamento evita perdas de energia desnecessárias, mantendo o movimento entre as partes, trazendo mais resultados satisfatórios. 

Além disso, sempre que apresentam problemas, emitem um som específico. Então, quem está habituado com o ambiente industrial, saberá identificar quando for a hora de trocar o rolamento. 

Trata-se de uma peça com ótimo custo-benefício, baixa manutenção e alta performance.

Qual a diferença entre rolamento axial e radial?

rolamento axial Qual a diferença entre rolamento radial

Como você já viu mais acima, o rolamento axial é utilizado quando a carga de funcionamento do maquinário é exercida na mesma direção do eixo central. 

Por outro lado, o rolamento radial é desenvolvido para aguentar cargas que exercem força perpendicularmente os seu eixo. 

Apesar de esses serem os rolamentos mais conhecidos, também existem modelos que suportam cargas combinadas. 

Tipos de rolamentos axiais

Depois de entender o conceito de rolamento axial, é chegado o momento de você conhecer seus diferentes modelos. Acompanhe a seguir. 

Rolamento axial de esferas de escora simples

Esse tipo de rolamento suporta cargas axiais em um único sentido. É constituído por somente uma carreira de esferas com gaiola e dois anéis. 

Cada anel tem um canal, sendo que a gaiola apresenta esferas embutidas. O anel localizado no eixo recebe o nome de anel interno. Já o anel instalado no alojamento, é chamado de anel externo. 

Rolamentos axial de esferas de escora dupla

Esses rolamentos aguentam cargas combinadas. São compostos por um anel de eixo, dois de caixa, dois conjuntos de gaiolas e esferas, além do anel intermediário, localizado no eixo. Caso queira, pode montar as partes separadamente.  

Rolamentos axial de rolos cilíndricos

Projetados para suportar grandes cargas no sentido axial, juntamente com a carga de impacto. Entretanto, jamais devem ser submetidos a cargas radiais. 

Cada rolo é projetado com curvas suaves nas extremidades, a fim de evitar que a tensão se concentre no ponto de contato com a pista. 

Nesse sentido, existem duas variações na construção desse modelo de rolamento:

  • rolos de escora simples: trata-se do tipo padrão de rolamentos axiais cilíndricos. Conforme citamos acima, recebem esse nome porque aguentam cargas axiais em um único sentido.
  • rolos de escora dupla: também explicado logo acima, esse tipo de rolamento suporta cargas nos dois sentidos do eixo. Pode ser montado por meio de dois conjuntos de gaiolas e rolos, com duas arruelas de eixo ou de mancal, além de uma arruela intermediária.

rolamento axial tipos

Rolamentos axial de agulhas

Esse rolamento é construído com uma gaiola, que aceita a inclusão de inúmeras agulhas ao rolamentos. Dessa forma, permite aguentar grandes cargas axiais. 

Devido ao seu diâmetro reduzido, esse tipo de rolamento ocupa muito pouco espaço sobre o eixo. 

Normalmente, consegue suportar cargas em uma única direção. Mas, quando combinados aos pares com arruelas intermediárias, pode-se transformá-lo em um rolamento de duplas escoras.

Existem modelos fabricados com flange centralizador, ideal para comportar a arruela corretamente sobre o eixo, facilitando sua montagem sobre a peça. Também podem ser combinados com rolamentos radiais de agulha para aguentar cargas nos dois sentidos. 

Rolamento axial autocompensador de rolos

Trata-se de um rolamento que contém rolos assimétricos, e é capaz de aguentar cargas axiais e radiais durante o funcionamento da máquina. 

É composto por muitos rolos, para suportar melhor a carga. Seu desenho curvo nas laterais, juntamente com a concavidade da pista, permite que o rolamento ajuste sua posição automaticamente quando o eixo não está alinhado

Seu design varia conforme o tamanho dos rolos, sendo que os de tamanho maior são voltados para potencializar a capacidade de suportar as diferentes cargas. Rolamentos de tamanho normal apresentam gaiolas. 

Rolamento radial de esferas

Bastante versátil, esse rolamento é o mais utilizado no setor industrial. São adequados para equipamentos que operam em alta velocidade e exigem pouca manutenção. Além disso, apresenta algumas variações construtivas:

  • variação em número de carreiras: o comum é ter somente uma carreira de elementos, mas pode surgir com duas carreiras de esferas quando necessário;
  • rasgos de entrada: apresenta uma capacidade para aguentar cargas radiais, porém, com carga axial limitada;
  • forma de proteção das esferas: podem aparecer com ou sem proteção em seus elementos rolantes.

Como a Antares pode ajudar?

A Antares oferece soluções completas em acoplamentos. 

Opera com máxima qualidade nos processos de fabricação, além de investir em desenvolvimento tecnológico para aprimorar suas técnicas constantemente. 

Possui anos de experiência no mercado. Nesse sentido, é especialista no que se refere à acoplamentos flexíveis, rolamentos e modelos de engrenagens. 

Um ponto que comprova sua expertise, é que os setores mais exigentes da indústria já firmaram parceria com a Antares, como os de açúcar e álcool, máquinas e equipamentos de mineração, papel e celulose e outros.  

Conclusão

Agora que você já sabe o que é um rolamento axial, como funciona e quais são os principais tipos, deve conhecer o melhor lugar para adquirir as melhores peças.

Sendo assim, conheça as soluções em acoplamentos da Antares Acoplamentos e descubra como aprimorar seus processos!

Sobre o autor:
Lourenço Daudt
Lourenço Daudt trabalha na engenharia de aplicação da Antares Acoplamentos. Há anos trabalha visitando fábricas e acompanhando de perto as dificuldades dos operadores no dia-a-dia.