o-que-e-rolamento-como-funciona-e-aplicacoes

O Que é Rolamento? [+ Tipos, Como Funciona e Aplicações]

O rolamento é uma peça mais comum do que se imagina, tanto que está presente não só em ambientes de fábrica, mas também em momentos do dia a dia. 

Quer saber quais são os tipos de rolamentos e suas aplicações? 

Neste conteúdo, a Antares esclarece todas as dúvidas.

Aproveite para saber, também, como os diferentes tipos de rolamentos industriais funcionam e quais são os cuidados necessários com eles. 

Confira! 

Dessa forma, fica muito mais fácil aperfeiçoar o trabalho industrial e conseguir os resultados tão esperados.

O Que É Rolamento?

O rolamento, também conhecido como rolimã, é uma peça feita de metal utilizada em diversos casos, desde eletrodomésticos a máquinas industriais. 

Normalmente, o rolamento fica fixo entre duas ou mais partes da engrenagem. E é justamente essa composição que permite o movimento de rotação, seja ele controlado ou espontâneo.

No próximo tópico, você verá mais detalhes do que diz respeito aos tipos de rolamentos e suas aplicações. 

Aproveite!

Qual a Função de Um Rolamento?

Conforme explicado brevemente, no parágrafo anterior, o rolamento tem papel fundamental para garantir os movimentos dentro de engrenagens

Mas não para por aqui. Há ainda outras utilidades extremamente importantes…

O rolamento também gera força, reduz atritos e, consequentemente, torna as movimentações mais fluídas. 

Além disso, é importante mencionar que há diferentes tipos de rolamentos existentes e que eles podem suportar cargas tanto axiais quanto radiais. 

Lembrando que a força axial é aquela que flui na mesma direção do eixo, já a carga radial trabalha perpendicularmente ao eixo.

Quais São os Tipos de Rolamento?

tipos-de-rolamento

Se você trabalha na indústria, já deve saber que existem diferentes tipos de rolamentos existentes por aí, certo? Uma mesma máquina pode contar com modelos variados, cuja aplicação muda de acordo com a necessidade.

É importante conhecer os principais tipos de rolamentos e suas aplicações para que você saiba como fazer a manutenção industrial básica de um equipamento, bem como para direcionar a compra de peças de reposição.

E então, preparado para aprender mais sobre os tipos de rolamentos?

Rolamento de Contato Angular

O rolamento de contato angular possui esferas e anéis internos que servem como “pistas” para a realização do movimento.

Sua construção é complexa: as esferas são comportadas em um contato angular com os anéis externos.

Esse tipo de rolamento suporta tanto cargas radiais como cargas axiais, contudo, sua versão de carreira única tem uma grande capacidade axial quando em movimento unidirecional.

Já os rolamentos de carreira dupla comportam cargas axiais em ambas as direções.

Rolamento Autocompensador de Esfera

Possuem duas fileiras de esferas que se ajustam ao ângulo.

Podem ser aplicados em eixos com certo desalinhamento, bem como sistemas com montagem imprecisa. Sua característica autocompensadora ajusta o rolamento para melhor funcionamento.

Podem ser aplicados em sistemas de alta rotação, com cargas radiais médias e axiais médias para baixa.

Rolamento Autocompensador de Uma Carreira de Rolos

São utilizados em aplicações que exigem altas cargas radiais e baixa velocidade de rotação.

Seu funcionamento é semelhante ao tipo acima, com uma construção que autocompensa desalinhamentos e erros de montagem.

Rolamento Autocompensador de Duas Carreira de Rolos

Por possuir duas carreiras de rolos, sua resistência à cargas axiais é ainda maior, mas também pode ser aplicado em sistemas com carga radial média.

Um exemplo de aplicação é em máquinas de laminação de aço ou mesmo rodas de vagões de trem. É comumente aplicado em máquinas maiores e mais robustas.

Rolamento de Rolos Cilíndricos

Os rolamentos de rolos cilíndricos possuem uma carreira de rolos assegurada por uma gaiola, entre os anéis internos e externos.

É ideal em aplicações com cargas altas radiais, bem como alta velocidade. 

Podem ser adquiridos com os rolos vedados ou bipartidos, proporcionando maior segurança contra contaminantes.

Autocompensador Com Duas Carreiras de Rolos Cônicos

Modelos mais específicos, os rolamentos Autocompensadores Com Duas Carreiras de Rolos Cônicos podem suportar cargas radiais muito pesadas, mas também cargas axiais nas duas direções.

Possuem alto grau de rigidez, o que os faz ideais para aplicações mais exigentes, como em caixas redutoras, laminadores e mesmo em maquinário de mineração.

Axiais de Esfera

Como o nome sugere, os rolamentos axiais de esfera suportam apenas cargas axiais.

Sua construção é bastante peculiar, com anéis configurados como arruelas. As esferas correm por esses canais, embutidas em gaiolas (que podem ser de escore simples ou escora dupla). 

Operam com baixo ruído.

Rolamento de Agulha

Esse tipo de rolamento é construído com roletes em seu interior. Por serem componentes pequenas, lembram agulhas em vez de esferas.

Por conta disso, oferecem maior superfície de contato com os anéis, o que permite aguentar maiores cargas.

Costumam ser aplicados em sistemas e máquinas com espaço reduzido e que precisam exercer força radial, reduzindo também seu peso final. 

Rolamento Com Proteção

Possuem uma vedação feita com placas. São comumente utilizados em sistemas que exigem baixo atrito.

Qual o Tipo de Rolamento Mais Utilizado?

O tipo mais comum é o rolamento fixo de uma carreira de esferas ou, simplesmente, rolamento de esferas. Ele foi desenvolvido para suportar cargas radiais e pequenas cargas axiais em altas rotações. 

Uma observação muito importante: apesar das vantagens, o rolamento de esferas não é versátil quanto à angulação. Sendo assim, para o funcionamento, é necessário saber alinhar perfeitamente as peças. 

Quais os Tipos de Esforços Que Atuam Em Um Rolamento e Como Funciona?

Uma vez que há variedade de tipos de rolamentos, também dá para notar diferentes forças atuantes dentro de cada caso. Veja: 

  • rolamento angular: ele suporta cargas que tenham, apenas, um sentido;
  • rolamento autocompensador de esferas: possui duas esferas que podem se ajustar ao ângulo, ou seja, ele resolve o desalinhamento;
  • rolamento de rolos cilíndricos: funciona em cargas radiais pesadas;
  • rolamento autocompensador de uma carreira de rolos: é usado em altas cargas radiais. Além disso, resolve os erros de alinhamento;
  • rolamento autocompensador com duas carreiras de rolos: é ideal para engrenagens mais robustas, uma vez que a peça é maior. Ele é capaz de distribuir a força de forma uniforme;
  • rolamento de rolos cônicos: nesse caso, há o suporte para cargas radiais e axiais em um sentido só;
  • rolamento axial de esfera: ele aguenta cargas axiais altas;
  • rolamento de agulha: indicado em casos em que há pouco espaço radial;
  • rolamento com proteção: feitos com placas. 

4 Aplicações de Rolamentos

aplicacoes-de-rolamentos

Existe um grande leque de aplicações dos tipos de rolamentos, como:

  1. industrial — nesse caso, o rolamento precisa suportar cargas muito altas e, até mesmo, materiais corrosivos. Vale ressaltar que a peça impacta diretamente na capacidade de produção da fábrica. Muitas vezes, o rolamento compõe esteiras e engrenagens de elevação.
  2. doméstico — os tipos de rolamento são tão versáteis, que conseguem ir da aplicação complexa à básica. Em ambientes caseiros, é possível encontrar a peça, por exemplo, em máquinas de lavar. 
  3. automotivo — os rolamentos também estão presentes em rodas de carros e caminhões. Nesse caso, o papel é fazer com que a roda gire com mais equilíbrio. O resultado é a estabilidade da direção e, claro, a segurança para o condutor e os passageiros. 
  4. esportivo — também é possível encontrar rolamentos em veículos de esporte, por exemplo: bicicletas e skates. 

Como Escolher o Rolamento Certo?

Seja para rolamento industrial ou de qualquer outra aplicação, é preciso checar a procedência e a certificação de qualidade e segurança da peça. 

Sendo assim, procure por marcas renomadas no mercado nacional ou internacional. 

Além desse ponto, há a necessidade de seguir um checklist para a escolha correta. Então, tenha em mente onde e como você usará o rolamento. A partir disso, defina os elementos a seguir: 

  • tipo de força (radial ou axial);
  • espaço possível;
  • velocidade de rotação;
  • nível de atrito;
  • folga interna;
  • tipo de material que faz parte da engrenagem;
  • condições de alinhamento e desalinhamento de eixo;
  • temperatura comum gerada no trabalho da máquina.

Quais São os Cuidados Com os Rolamentos?

Além de ter a certeza da excelente fabricação, também é fundamental tomar outras duas medidas de precaução quanto aos tipos de rolamentos existentes. São elas:

  • verificar os catálogos de rolamentos antes da montagem. Isso porque cada fabricante sugere tipos diferentes de operação;
  • fazer o passo a passo da instalação. Neste processo, confira se as medidas do rolamento coincidem com a máquina onde ele será utilizado, use lubrificantes e retire as rebarbas. 

Todos esses passos simples garantem o bom funcionamento, sem desgaste, falhas mecânicas e outros problemas.

Como e Onde Comprar Seu Rolamento

Agora que você já sabe o que é rolamento, os tipos, funcionalidade e aplicações, escolha o ideal para o seu negócio. 

Para isso, selecione uma marca de tradição no mercado e com certificações, por exemplo, a ISO 9001. Assim, dá para evitar a compra de produtos falsificados. 

Também vale o cuidado com rolamentos de preços extremamente mais baixos. Além disso, fica a sugestão de pedir indicações aos seus colegas de trabalho e de outras pessoas que já possuem mais experiência no assunto.

Conclusão

Os rolamentos industriais são extremamente importantes para manter o movimento de rotação sem quaisquer tipos de atrito. 

Assim, os maquinários conseguem ter alto desempenho e, consequentemente, gerar mais produção e resultados. 

Mas, vale lembrar: para que tudo isso seja realizado, você precisa fazer a escolha correta do rolamento. 

Então, siga as instruções deste conteúdo e tenha todas as condições para fazer os seus negócios terem sucesso! 

Aproveite as dicas da Antares!

Sobre o autor:

Compartilhe este artigo:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on print
Share on email

Deixe uma resposta

Bem vindo
ao Blog Antares

Com sede em Caxias do Sul (RS), a Antares é um dos mais importantes fabricantes de acoplamentos no Brasil. Aqui você verá novidades da empresa e tendências no setor de Acoplamentos Flexíveis.

Cadastre-se para receber novidades do Blog Antares:

Leia também:

Fechar Menu