Lean Manufacturing: o que é, como funciona + princípios básicos!

21/06/2021
Acoplamentos
Lourenço Daudt

O lean manufacturing pode revolucionar sua empresa, já que é uma filosofia que visa eliminar os desperdícios no processo produtivo.

Com certeza você já ouviu falar em lean manufacturing, mas conhece a filosofia lean e como ela pode impactar — e melhorar — sua indústria?

Neste conteúdo, vamos te explicar tudo sobre lean manufacturing, seu funcionamento, princípios e vantagens. Confira!

O que é lean manufacturing?

o-que-e-lean-manufacturing

Lean manufacturing é uma filosofia aplicada aos processos produtivos de uma empresa. Seu principal objetivo é tornar a manufatura uma operação enxuta, com foco na entrega de valor ao cliente.

Assim, eliminam-se os desperdícios e o foco é direcionado às necessidades do seu negócio (que são as do seu cliente).

Desse modo, é possível priorizar os processos que realmente agregam valor ao produto.

Com isso, sua empresa pode eliminar excessos e desperdícios e tornar a operação produtiva cada vez mais enxuta, eficiente e econômica.

Qual a origem do lean manufacturing?

A estrutura do lean manufacturing que hoje se conhece data da década de 1950 e seu local de aplicação foi a fábrica da Toyota, montadora de veículos japonesa.

Aliás, antigamente, o lean manufacturing era popularmente conhecido como Sistema Toyota de Produção — STP.

O uso do lean permitiu que a Toyota se destacasse em um cenário de florescimento da indústria automobilística.

Logo, a filosofia se espalhou pela indústria como um todo.

Hoje, várias empresas — de todos os portes e segmentos — adotam o lean em seu dia a dia, inclusive junto com outras metodologias, como o Just In Time.

Como funciona o lean manufacturing?

como-funciona-lean-manufacturing

O lean manufacturing é tão utilizado pois é uma filosofia flexível, com aplicação variável. Em geral, o objetivo principal é identificar e eliminar os desperdícios no processo produtivo.

Acontece que nem sempre essas ocorrências se concentram puramente no processo produtivo. Muitas vezes, elas se encontram na parte estratégica e gerencial do negócio.

Um exemplo é o próprio layout do chão de fábrica, que pode interferir na agilidade da rotina produtiva.

No entanto, o lean vai muito além: a busca incessante de quem coordena sua aplicação foca-se na geração de valor para o cliente, reduzindo assim o desperdício.

Quais os principais objetivos do processo lean manufacturing?

O lean manufacturing é uma filosofia ampla, cujos conceitos devem se alastrar por toda uma empresa. O motivo é simples: a manufatura enxuta começa antes do chão de fábrica e vai para além dele.

Por isso, seus objetivos são variados. Quer conhecer mais? Listamos todos eles para você:

Redução de Custos

Ao eliminar os desperdícios, é possível reduzir custos desnecessários.

Além disso, um processo produtivo enxuto prioriza a eficiência e a objetividade, reduzindo riscos de erros humanos que comprometam suas entregas.

Melhoria Contínua

O lean manufacturing procura promover o conceito de kaizen: a busca pela melhoria contínua.

Ou seja, todo processo deve ser constantemente observado em busca de oportunidades de melhoria, redução de desperdícios e aumento de eficiência.

Agilidade de Produção

A aplicação do lean manufacturing pode impactar positivamente seus processos produtivos, agilizando sua operação de ponta a ponta — desde a parte estratégica até a operacional.

Maior capacidade produtiva

Apesar do nome, o objetivo do lean manufacturing não é tornar seu chão de fábrica enxuto, mas sim o processo!

Assim, é possível reduzir a capacidade ociosa.

O objetivo é, na verdade, encontrar formas de potencializar sua capacidade produtiva, sem comprometer a qualidade das entregas.

Melhorias no ambiente de trabalho

Por fim, um ambiente em desarmonia prejudica a qualidade das entregas e acaba afetando na promoção de valor ao cliente.

O lean manufacturing trabalha questões como essa através da aplicação de metodologias muito eficientes, como o 5S.

O conceito é o seguinte: um ambiente de trabalho ruim afeta a qualidade do trabalho, que é pautado pela entrega de valor.

Por isso, melhorá-lo é uma das missões do responsável pelo lean.

Quais são os 5 princípios do lean manufacturing?

Ao implementar o lean manufacturing, é comum seguir alguns preceitos básicos para tornar esse processo o mais eficiente possível. Que tal conferir quais são?

Valor

Apesar de ser a sua empresa quem produza um produto, o valor é definido pelo cliente — sempre.

Por isso, você precisa conhecer o cliente e o que ele mais valoriza na sua solução.

São essas características que devem ser as âncoras da sua produção — o resto, de menor valor, deve ser reavaliado.

Fluxo de Valor

O fluxo de valor é o processo pelo qual o produto passa até chegar na mão do cliente.

Ou seja, as atividades pelas quais ele percorre, desde a coleta da matéria-prima até a logística final.

Mapeá-lo é importante para que você entenda exatamente o que deve ser priorizado em relação à qualidade, permitindo identificar coisas como os pontos de desperdício.

Fluxo Contínuo

Um dos pilares da manufatura enxuta é diminuir o tempo de espera para a produção.

Por isso, prega-se a implementação do fluxo contínuo, de modo que todas as etapas de produção tenham continuidade imediata.

Esta é uma forma de reduzir custos (melhor aproveitamento das horas dos funcionários, por exemplo) e melhorar os tempos de entrega.

Sua gestão pode ser feita pelo setor de Planejamento e Controle da Produção.

Produção Puxada

Um método comum no lean manufacturing é a produção puxada (método pull), em que as atividades operacionais apenas acontecem mediante requisição.

Desse modo, um novo pedido apenas é produzido quando ele é de fato efetuado.

Assim, o processo de compras de matérias-primas foca apenas nas necessidades pontuais, por exemplo, reduzindo desperdícios.

Perfeição

Apesar de parecer impossível, no lean manufacturing o objetivo é atingir a perfeição.

Ou seja, realizar a busca constante pela melhoria contínua.

Um dos modos de conquistar isso é através do Kaizen, como mencionamos anteriormente.

Conheça a Linha Completa de Peças Industriais da Antares!

Conclusão

Durante este artigo, você pôde conhecer um pouco mais sobre o lean manufacturing e como essa filosofia pode trazer melhores resultados para o seu negócio.

Sua implementação é uma ação que pode verdadeiramente transformar sua empresa e, especialmente, seu chão de fábrica.

E então, que tal experimentar? Nos conte nos comentários os resultados!

No mais, se gostou deste conteúdo, que tal continuar lendo os outros sobre gestão industrial que escrevemos aqui no Blog da Antares Acoplamentos?

Até a próxima!

Sobre o autor:
Lourenço Daudt
Lourenço Daudt trabalha na engenharia de aplicação da Antares Acoplamentos. Há anos trabalha visitando fábricas e acompanhando de perto as dificuldades dos operadores no dia-a-dia.