Acoplamento Flexível: O Que É e Como Escolher o Melhor? [DICAS]

24/03/2021
Acoplamentos
Lourenço Daudt

Sem dúvidas, uma das peças mais comuns em ambientes industriais, é o acoplamento flexível. Isso porque ele está ligado ao excelente desempenho de máquinas e, consequentemente, à alta produtividade dos negócios. 

E já que há tanta importância em torno desse assunto, nada melhor do que se aprofundar em todas as suas particularidades. 

Então, nós vamos ver, neste conteúdo, os seguintes tópicos: 

  • o que são acoplamentos flexíveis?
  • quais os outros tipos de acoplamentos?
  • qual a diferença entre um acoplamento flexível e um acoplamento rígido
  • quais são as aplicações de um acoplamento flexível?
  • qual é a importância de escolher o acoplamento certo?
  • quais são as dicas para comprar um acoplamento flexível ideal?
  • quais são as principais marcas de acoplamentos?
  • quais as principais causas para quebra de um acoplamento?

Confira todos os detalhes e aproveite as dicas para otimizar as produções e, assim, bater grandes metas no trabalho!

 

Conheça a Linha Completa de Acoplamentos Flexíveis e Peças Industriais da Antares!

 

O Que São Acoplamentos Flexíveis?

Os acoplamentos flexíveis são dispositivos que permitem a união de doisequipamentos estáticos, de modo a propiciar a transmissão de torque e rotação.força de torque e, dessa maneira, o movimento de rotação.

Fora isso, eles ainda têm outras funções fundamentais que veremos mais adiante. 

Quais os Outros Tipos de Acoplamentos?

Vale lembrar que o flexível é só um dos tipos de acoplamentos industriais. Também existem os seguintes: 

  • elásticos;
  • de lâminas;
  • de engrenagens. 

 

Qual a Diferença Entre um Acoplamento Flexível e um Acoplamento Rígido? 

Os próprios termos já adiantam as distinções, mas é importante deixar tudo mais claro…

Os acoplamentos flexíveis têm maior capacidade de absorver vibrações e desalinhamentos.
Além disso, conseguem ajustar todas as formas de desalinhamento que podem existir, ao contrário dos acoplamentos rígidos.

Quais São as Aplicações Para Um Acoplamento Flexível?

Explicado o que é o acoplamento flexível e qual a sua principal diferença, vamos falar sobre as aplicações dele. 

É muito fácil encontrar esse dispositivo em pauta nos mais diversos equipamentos e máquinas, por exemplo em:

  • compressores;
  • elevadores de carga;
  • aparelhos de produção de embalagens;
  • transportadores;
  • bombas;
  • entre outros casos.

Os acoplamentos flexíveis também podem ser utilizados em todos os tipos de indústrias que utilizem máquinas rotativas: metalúrgica, alimentícia, construção civil, etc.

Qual é a Importância de Escolher o Acoplamento Certo?

Qualquer modelo de acoplamento flexível é essencial, uma vez que: reduz desalinhamentos, diminui vibrações e mantém a vida útil das máquinas e equipamentos. 

O que podemos concluir disso, então, é que sem o acoplamento correto, a capacidade de produção da indústria fica comprometida. 

Fora isso, há o risco maior de os aparelhos apresentarem falhas e, até mesmo, quebrar completamente. 

Ou seja, você pode colocar tudo a perder quando não escolhe o acoplamento flexível adequado. 

Todo o cuidado é pouco mesmo! 

Quais São as Dicas Para Comprar Um Acoplamento Flexível Ideal? 

O primeiro passo é definir qual tamanho de acoplamento você necessita. Caso tenha dúvidas, sugerimos que você utilize a calculadora online de acoplamentos

Ela é extremamente simples, prática e o mais importante: precisa. 

Em seguida, escolha um dos modelos disponíveis. Entre as opções, dá para encontrar variações de AT 25 a AT 300/300. 

Outra sugestão que deixamos é que, além das dimensões, você sempre saiba qual a potência, furo e rotação máxima que a sua máquina necessita.

Tudo isso é fundamental para fazer a escolha do modelo correto. 

Quais São as Principais Marcas de Acoplamentos?

Ainda sobre a escolha certa dos acoplamentos, é válido destacar as melhores marcas, não é mesmo?

Fica a nossa sugestão dos acoplamentos flexíveis da Antares Acoplamentos, mais especificamente, os da linha AT. Esses tipos são feitos de cubos e flanges em aço, o que garante mais resistência e confiabilidade. 

Outro ponto importante é que eles são testados de acordo com a Norma DIN 740-1 e DIN 740-2.

Fora isso, precisam de manutenção industrial simples, sem a necessidade de usar lubrificação. 

Quais as Principais Causas Para Quebra de Um Acoplamento?

São vários os motivos que causam danos aos acoplamentos industriais, entre eles: 

  • torque em excesso
  • alta vibração;
  • desgaste;
  • falta de montagem correta de todos os componentes da máquina;
  • alinhamento insuficiente;
  • entre outros. 

Lembrando que se o acoplamento do tipo flexível for de alta qualidade, dificilmente você terá problemas com danos parciais ou totais. 

De qualquer maneira, siga sempre as instruções de montagem fornecidas pelo fabricante e realize a inspeção constantemente!

 

Conheça a Linha Completa de Acoplamentos Flexíveis e Peças Industriais da Antares!

 

Conclusão 

Então, nós conseguimos tirar todas as suas dúvidas a respeito de acoplamento maleável? 

Recapitulando… 

Neste conteúdo, vimos que os acoplamentos flexíveis são peças que permitem a união de dois eixos, de forma a corrigir desalinhamentos, vibrações excessivas e outros problemas comuns ao chão de fábrica. 

Também comentamos o quão importante é fazer a escolha correta dos dispositivos. Ela garante a alta produtividade e a vida útil das máquinas, ou seja, ajuda a gerar mais lucros e a evitar prejuízos. 

Aproveite que agora você também já sabe quais são as melhores marcas de acoplamentos industriais e faça as suas escolhas! 

Aliás, é possível fazer isso pela própria internet, o que possibilita mais conforto e economia de tempo. 

E caso você tenha ficado com qualquer outra dúvida, comente aqui embaixo. Estamos sempre dispostos a ajudar aqui no blog da Antares Acoplamentos!

Sobre o autor:
Lourenço Daudt
Lourenço Daudt trabalha na engenharia de aplicação da Antares Acoplamentos. Há anos trabalha visitando fábricas e acompanhando de perto as dificuldades dos operadores no dia-a-dia.