Tipos de Freios Industriais: Vantagens e Aplicações na Indústria

24/01/2022
Acoplamentos
Lourenço Daudt

O setor de indústrias costuma trabalhar com maquinários pesados, que dependem de uma série de componentes para assegurar uma produção eficiente. 

Um destes elementos é o freio industrial, e ele é extremamente necessário no funcionamento de atividades industriais de diversos tipos.

Para entender mais sobre os tipos de freios industriais, descobrir aquele que atende melhor à sua demanda e que tipo de maquinário necessita de freio industrial, siga lendo.

Tipos de freios industriais: Afinal, o que são?

De forma geral, pode-se dizer que os freios industriais são equipamentos que tem por objetivo parar os maquinários dentro da indústria. 

Podem ser categorizados dois tipos de freios industriais: 

  • freios a disco;
  • freios de polia.

Os freios a disco tem funcionalidade bastante simples: quando acionado o sistema do freio, acontece uma pressão no motor e no próprio sistema de freio ocasionando um movimento das pastilhas e, por consequência, uma fricção dos discos de freio até que haja parada total do maquinário.

A funcionalidade dos freios de polia não chega a ser assim tão diferente da dos freios a disco. 

A principal diferença é que nos freios de polia, seu funcionamento também acontece quando ocorre uma interrupção no motor por qualquer motivo, falta de energia elétrica ou combustível, por exemplo. 

Nesta interrupção, o sistema faz com que as sapatas sejam pressionadas contra a polia, realizando a frenagem e garantindo a segurança do maquinário. 

Fazem parte dos freios de polia os três tipos mais usados na indústria, que abordaremos mais tarde.

Importância dos freios industriais

Imagine uma máquina enorme e super potente de produção. Agora imagine que algo, por alguma razão desconhecida, sai do controle e para evitar prejuízos é preciso desligar o maquinário. 

Quanto tempo levaria até essa tarefa ser concluída e qual o tamanho do prejuízo que poderia ser causado?

Essa é a grande importância dos freios industriais. Quanto maior a exigência de segurança e intensidade da operação de um equipamento, maior a importância do sistema de frenagem. 

Tipos de freios industriais

Os tipos de freios industriais abrangem equipamentos com sistemas aptos a trabalhar em diferentes condições operacionais, baixo aos mais severos regimes e nas mais diferentes condições de solicitação.

Freio eletromagnético

A função principal do freio eletromagnético é utilizar as interações eletromagnéticas entre um sistema em movimento e um sistema em repouso para dissipar energia e reduzir a energia total do sistema até zero.

Seu processo de segurança consiste, basicamente, em uma interrupção do campo magnético, fazendo com que a mola de compressão empurre a pastilha e o disco fixo, causando uma frenagem e dessa forma, impedindo o giro do eixo do motor funcionar. 

Pode parecer complexo, mas é um processo simples e rápido, que acontece em poucos segundos. 

Freio pneumático

O freio pneumático é o tipo de freio utilizado para aqueles casos onde há demanda de controle de fluxo de produção. 

Isso porque ele mantém a tensão constante durante movimentos de parada de produtos, o que resulta em produtos finais de qualidade elevada.

Manter a tensão ideal durante o processo de produção garante constância e eficiência na linha produtiva. 

Dessa forma, o freio pneumático oferece uma experiência segura e precisa para operadores, além de satisfazer muito bem o cliente final pela qualidade dos produtos. 

freio pneumatico

Freio eletro-hidráulico

No sistema eletro-hidráulico de frenagem, existem estruturas tubulares preenchidas com um fluido específico – os mais comuns são lubrificantes sem características corrosivas. 

Esses tubos, na prática, servem como meio para direcionar o fluido, transferindo a força de um ponto a outro.

O freio eletro-hidráulico possui uma estrutura de monobloco com dupla sapata, que age com o uso da resistência da sua mola, e possui uma alavanca acoplada ao atuador que executa a liberação ou frenagem da polia.

freio hidraulico ringspann

Características dos freios industriais

A escolha da característica dos freios industriais está intimamente ligada às necessidades da aplicação, sendo consideradas as condições de dinâmica da operação, velocidade de resposta e principalmente segurança.

De forma geral, há duas características principais dos freios industriais: 

  • normalmente abertos: tem necessidade de aplicação de energia pneumática, hidráulica ou elétrica para para “fechar” o freio
  • normalmente fechados: demandam aplicação de energia para abertura do freio, permanecendo em estado fechado (repouso) até que uma ação contrária seja imposta ao sistema escolhido.

Aplicações dos freios industriais

Existem três tipos de aplicação dos freios industriais. Conheça:

Freios Estáticos de Segurança ou estacionamentos

Pensado para operações em que a parada total (estacionamento) é o objetivo, calculamos o torque e acrescentamos um fator de segurança.

Normalmente, o fator de segurança fica entre 1,5 a 2,0 para compensar a possibilidade de interferência de aspectos externos que podem dificultar a frenagem. 

Freios de Tensionamento

Nestas aplicações, o freio industrial precisa oferecer um torque contínuo, tensionando o material que atravessa as máquinas com alta capacidade de dissipação térmica, como por exemplo enroladeiras, desenroladeiras e rebobinadeiras. 

Freios Dinâmicos (Serviço e Emergência)

Aqui, a frenagem precisa ser imediata, imobilizando todos os componentes do maquinário quando acionada, ou seja, precisa suprir as exigências das frenagens estática e dinâmica. 

Esse tipo de freio precisa operar em condições mínimas de temperatura e capacidade de dissipação térmica para que o atrito entre as pastilhas e a superfície  de frenagem estejam sempre em condições ideais.

Onde encontrar os melhores freios industriais

Se você procura os melhores freios industriais, a Antares Acoplamentos tem exatamente aquilo que você precisa.

Destaque no cenário industrial do país, é uma das mais importantes fabricantes de acoplamentos, fornecendo com excelência todos os componentes para o maquinário da sua indústria, melhorando a gestão de qualidade do seu negócio.

Conclusão

Para uma produção eficiente e efetiva, você deve contar com o tipo certo de freio industrial, aquele modelo que atenda sua demanda e que garanta a melhor qualidade dos seus produtos e melhor experiência de operação.

Caso haja alguma dúvida, você pode sempre contar com a Antares Acoplamentos para resolver. Entre em contato com o nosso time, resolva suas dúvidas e faça já um orçamento do material que está faltando para otimizar o seu empreendimento.

 

Sobre o autor:
Lourenço Daudt
Lourenço Daudt trabalha na engenharia de aplicação da Antares Acoplamentos. Há anos trabalha visitando fábricas e acompanhando de perto as dificuldades dos operadores no dia-a-dia.