Acoplamento Rígido vs. Flexível: Quais as Diferenças?

16/03/2021
Acoplamentos
Lourenço Daudt

Você saberia dizer quais as diferenças entre os principais tipos de acoplamentos? É certo que esse segmento de componentes industriais possui muitas variações e, consequentemente, utilidades. Então, para facilitar tudo para você, reunimos informações sobre a distinção de acoplamento rígido e acoplamento fixo. 

A seguir estão os seguintes tópicos:

  • o que é um acoplamento rígido? 
  • como funciona um acoplamento rígido?
  • acoplamento rígido vs. acoplamento flexível: quais as diferenças?
  • acoplamento rígido ou acoplamento fixo: como escolher?
  • qual a importância de escolher o acoplamento certo?
  • quais são as aplicações dos acoplamentos rígidos e flexíveis?
  • outros tipos de acoplamentos industriais.

Continue a leitura e aproveite todos os esclarecimentos! 

O Que É Um Acoplamento Rígido?

o-que-e-acoplamento-rigido

O acoplamento rígido é aquele que não possui grande,
ou nenhuma, capacidade de absorver desalinhamentos como o próprio
nome adianta.

Sendo assim, eles não possuem flexibilidade. 

Esse modelo também apresenta menor grau para movimentação angular e menos capacidade para deslocamento axial.

O acoplamento rígido, também conhecido como fixo, é aquele que não possui grande,
ou nenhuma, capacidade de absorver desalinhamentos estáticos.
Sendo assim, eles não possuem flexibilidade.
Esse modelo também apresenta menor grau para movimentação angular, menos
capacidade para deslocamento axial,

Como Funciona Um Acoplamento Rígido?

Assim como todos os tipos de acoplamentos industriais, os rígidos fazem a ligação entre duas máquinas com sistemas distintos. Mais do que isso, esses componentes têm o papel de possibilitar a transmissão do torque (movimento de rotação). 

Um ponto importante a se destacar é que os acoplamentos rígidos não conseguem amortecer as vibrações, choques, desalinhamentos e outros desajustes.

Na verdade, eles funcionam bem, apenas, em sistemas devidamente alinhados. O indicado, então, é usá-los em eixos totalmente alinhados.

Acoplamento Rígido vs. Acoplamento Flexível: Quais as Diferenças?

acoplamento-rigido-vs-flexivel-quais-as-diferencas

Só pelos termos, já é possível ter uma ideia das distinções, não? 

Mas, claro, vamos aos detalhes das particularidades! 

Capacidade Para Movimentação 

A primeira diferença é que o acoplamento rígido não tem grande capacidade de absorver desalinhamentos e vibrações. Já o acoplamento flexível, ainda conhecido como elástico, conseguem se ajustar melhor a estas situações. 

Possibilidade Para Corrigir Desalinhamentos e Outros Dilemas

Outro diferencial muito importante é que o primeiro tipo, como dissemos anteriormente, não absorve vibrações, choques e outros fenômenos.

Acoplamento Rígido ou Acoplamento Flexível: Como Escolher?

Pode até parecer exagero, mas acontece de muitas indústrias selecionarem os acoplamentos rígidos ou flexíveis errados. 

Isso pode gerar vários problemas parciais ou totais, ou seja, o melhor é se atentar aos critérios e, assim, fazer as compras corretas. 

Portanto, fique atento aos seguintes aspectos: 

Necessidades dos Maquinários, Produtos e Volumes de Entregas

Como são as máquinas industriais do seu caso? Quais produtos elas fazem? E quais as quantidades ideais por dia, semana ou mês? 

Responder a essas perguntas simples te ajuda a criar uma lista de necessidades e preferências. Na hora de escolher um acoplamento rígido ou flexível, leve em conta todos os elementos. 

Criação de Projetos 

Ter projetos com processos, demandas e ações muito bem claros também te ajuda a escolher o acoplamento perfeito. 

Se necessário, reúna membros de outras equipes, conversem e discutam sobre todos os pontos essenciais. 

Quanto mais complexo for o seu projeto, mais prático ficará o trabalho dentro e fora do chão de fábrica.

Busque as Melhores Marcas e Conheça Inovações

É claro que os materiais e modo de fabricação dos acoplamentos também contam. 

Com isso, procure por fabricantes de renome no mercado, avalie a tradição deles e, claro, o que oferecem como produtos em catálogos, e informações em sites e blogs. 

Aqui também vale pedir a indicação de colegas de trabalho. 

Vale lembrar: para máquinas e engrenagens mais robustas e que não exijam ajustes de desalinhamentos, o melhor é apostar nos acoplamentos rígidos. 

Qual a Importância de Escolher o Acoplamento Certo?

Quando você utiliza um acoplamento — seja ele rígido, flexível ou de qualquer outro tipo — certo, consequentemente, garante o movimento de rotação perfeito. Mas é claro que não é só isso… 

A peça em pauta também evita falhas parciais e permanentes. Com isso, aumenta o tempo de vida útil das máquinas. Aliás, um ponto extremamente importante, já que reparos podem custar muito caro para a indústria, não é mesmo? 

Mais uma vantagem é que, com tudo funcionando adequadamente, é possível alcançar os mais altos níveis de produção da indústria. 

Quais São as Aplicações dos Acoplamentos Rígidos e Flexíveis?

Os acoplamentos rígidos podem ser usados em vários casos, por exemplo: 

  • Redutores com grande potência e baixa velocidade;
  • turbinas;
  • Transportadores
  • entre outras variações.

Já os acoplamentos flexíveis são ideais para: 



● Maquinas que possuem desalinhamentos
● Maquinas que possuem vibrações excessivas
● máquinas em que há mudança de direção na saída dos eixos;
● entre outros casos
.

Outros Tipos de Acoplamentos Industriais

Como afirmamos, no início deste conteúdo, são muitos os modelos de acoplamentos industriais. 

Além do tipo rígido e flexível, podemos mencionar as seguintes formas de acoplamentos: 

  • de engrenagem;
  • de lâmina;
  • magnéticos;
  • hidráulicos. 

Conclusão

Depois deste conteúdo, sem dúvidas, você saberá avaliar muito mais os acoplamentos rígidos e flexíveis. 

Lembre-se sempre de conferir as marcas e, assim, o modo de fabricação dos materiais. 

Além disso, fazer a sua lista de prioridades, preferências e necessidades ajuda muito na escolha da peça. 

Em todo caso, conte com a tradição e renome da Antares Acoplamentos! 
No site da marca, é possível conhecer o catálogo com os melhores e mais diversos produtos. Não perca mais tempo e comece a traçar todas as estratégias para ótimos resultados!

Sobre o autor:
Lourenço Daudt
Lourenço Daudt trabalha na engenharia de aplicação da Antares Acoplamentos. Há anos trabalha visitando fábricas e acompanhando de perto as dificuldades dos operadores no dia-a-dia.