Lead Time: o que é, como calcular e a importância do método

11/08/2021
Acoplamentos
Lourenço Daudt

Indicadores dentro de uma empresa fazem toda a diferença para entender como anda a produtividade e eficiência dela. Na entrega de produtos, isso não poderia ser diferente.

 E é nesse contexto que entra o conceito de lead time. Oriundo da engenharia de produção, ele tem sido cada vez mais empregado e diz respeito ao ciclo de produção até a entrega de um produto.

Claro que ele também é bem mais do que isso. Nesse artigo, portanto, você vai entender não só o que lead time significa, mas também como calcular o lead time e a importância que esse método tem para uma empresa. Boa leitura!

O Que São Elementos de Apoio e Para Que Cada Um Deles Serve?

O que é o lead time?

Na produção, lead time significa todo o tempo que leva o ciclo do sistema de produção de um produto: começa pelo pedido do cliente e termina quando o produto é recebido por ele.

Para o cliente, o lead time é o tempo desde que ele fez o pedido até o produto chegar em suas mãos, no entanto, já para a empresa, esse processo é maior e envolve todas as etapas que fazem possível isso acontecer. 

Por que o Lead Time é importante?

Conhecer o lead time de uma empresa é essencial para promover uma aceleração e otimização das etapas. 

Com ele, todas as partes envolvidas no todo são avaliadas para que, assim, se pense estrategicamente. Sem o lead time, não é possível ter uma noção dos problemas.

As estratégias podem envolver um melhor planejamento da gestão em cadeia e a redução e maior checagem de erros encontrados, para que assim, por exemplo, seja possível reduzir o tempo de entrega.

Benefícios de conhecer e otimizar o Lead Time

Alguns dos benefícios de conhecer e otimizar o lead time são, por exemplo:

  • Melhorar a qualidade de produção;
  • Aumentar a satisfação e confiança dos clientes;
  • Padronizar processos;
  • Ampliar e otimizar a produtividade;
  • Aumentar a precisão dos prazos de entrega.

Como fazer o gerenciamento do lead time?

como fazer lead time

Saber gerenciar bem o lead time é essencial para que se possa obter resultados mais eficientes no ciclo de entrega. Aqui vamos falar de alguns itens para que isso se torne possível.

Faça uma lista dos insumos

Listas são sempre bem vindas. Para montá-las, você vai precisar primeiro observar quais são os elementos do trabalho. A lista deve conter elementos, como, por exemplo, matérias-primas, mão-de-obra e produtos.

Tempo de aquisição

O primeiro tempo se considerar é em relação a cada elemento que faz parte da lista. Tem itens que demoram mais tempo, outros menos.

Você deve considerar, ainda, o tempo de deslocamento dos itens do fornecedor até a chegada à sua empresa, levando em conta imprevistos possíveis.

Selecione de itens

Separe os itens com prazos mais longos e saiba exatamente quanto tempo será necessário para recebê-los. 

Com um inventário, isso se torna mais fácil: basta acrescentar um dia para considerar que o item entre já em processo de produção.

Defina prazos para a produção

A produção leva um tempo e é preciso que isso também seja levado em conta. No entanto, é preciso estar atento à produção útil: lembre-se que finais de semana e feriados pode não haver produção.

Tempo de espera

Por fim, o tempo de espera é o prazo entre o transporte e a chegada do produto. Você precisa saber exatamente qual será essa variação para que possa estabelecer um prazo de entrega para seu consumidor final.

Como calcular o Lead Time?

Agora que você já sabe como é feito o gerenciamento, você deve entender como funcionam as etapas para duas situações diferentes: sob encomenda e com estoque.

Lead time sob encomenda

Nesse primeiro caso, você deve, antes de tudo, listar todos os materiais, itens e elementos que serão usados na produção, desde a matéria prima até a mão de obra.

Feito isso, você deve saber qual vai ser o tempo necessário para obter cada item que você listou, identificando os maiores prazos. Depois que eles chegarem, você deve fazer o inventário de cada um.

Em seguida, você precisa saber qual é o tempo necessário para fabricar o produto, levando em conta todos os dias em que não haverá produção (por exemplo, feriados e finais de semana). Caso a produção seja terceirizada, leve isso em conta também.

Por fim, você deve saber o tempo para enviar e transportar o produto até que ele chegue ao cliente final. Todos os dias devem ser somados para saber qual é o ciclo total para produtos sob encomenda.

Lead time com estoque

No caso de produtos em estoque, esse processo é mais simples. Você deve, então, verificar se os produtos pedidos estão, de fato, disponíveis para que, assim, possa calcular o tempo de separação dele.

Depois disso, deve-se levar em conta o tempo de contato com a transportadora que realizará a entrega e, ainda, o tempo de transporte até o destino. 

Da mesma forma que foi feito no caso do lead time sob encomenda, todos os dias devem ser somados para saber qual é o tempo total da entrega.

Pontos que podem influenciar o seu Lead Time

pontos que podem influenciar o lead time

Existem pontos que podem influenciar seu lead time durante três fases do ciclo: na compra, na produção e na entrega. 

  • Na compra: o tempo entre a solicitação de matéria-prima ao fornecedor e a sua entrega na empresa interferem em todos os outros processos, já que se trata do primeiro. Caso seja previsto de forma errada, vai influenciar toda a cadeia de produção.
  • Na produção: quando se tem em estoque, esse processo é facilitado, no entanto, produções terceirizadas e produções internas otimizadas também precisam ser levadas em contas, dependendo do negócio, pois muitos funcionam assim.
  • Na entrega: o prazo de entrega muito grande pode ser muito prejudicial para a satisfação e até mesmo escolha do cliente. Agilizar a entrega é vital para a fidelização do cliente.

Dicas para reduzir o Lead Time da sua empresa

Algumas dicas boas para reduzir o lead time da empresa são, por exemplo,

  • Buscar sempre os melhores fornecedores;
  • Identificar todos os gargalos do ciclo;
  • Garantir a alta qualidade do produto;
  • Ter práticas de manutenção na empresa;
  • Procurar otimizar a rota de entrega.

Conclusão

O lead time, como você pode ver, é essencial para otimizar processos de entrega, e ainda, melhorar a relação com a satisfação do cliente. Portanto, trata-se de um conceito que deve ser cada vez mais utilizado por empresas que querem crescer.

Gostou do que leu? Então continue de olho no Blog da Antares Acoplamentos para aprender ainda mais!

E se você estiver precisando de peças de qualidade e acoplamentos para aplicar em seu setor, conheça os produtos da Antares Acoplamentos! A grande referência entre os fabricantes de acoplamentos no Brasil.

Sobre o autor:
Lourenço Daudt
Lourenço Daudt trabalha na engenharia de aplicação da Antares Acoplamentos. Há anos trabalha visitando fábricas e acompanhando de perto as dificuldades dos operadores no dia-a-dia.