Como a manutenção pode contribuir na produtividade na Mineração

28/06/2022
Acoplamentos

Os equipamentos e máquinas para mineração operam em ambientes extremos e hostis e muitas vezes são expostos a grande esforço de funcionamento. Isso impacta fortemente num alto índice de falhas e quebras. Exatamente pelo grande desgaste, e pela necessidade de trabalhar sem parar, a manutenção preventiva é ainda mais importante para garantir o bom funcionamento de um equipamento no setor de mineração.

O ideal é evitar que os problemas ocorram. Inspeções de rotina – um calendário de manutenção bem definido – e informação coletada junto aos  operadores são práticas simples mas que antecipam – e muito –  falhas e quebras nos equipamentos. Além disso, utilizar elementos de transmissão de boa qualidade fazem toda a diferença num cenário em que a hora parada de um equipamentos representa perdas absurdas.

Algumas máquinas de mineração estão mais sujeitas a falhas:

Correia transportadora

Os problemas mais frequentes são devido a uma instalação ineficiente ou a manutenção inadequada, lembrando que a  correia tem altos custos em comparação ao custo total de um sistema de transporte de minério.

Britadores

As peças dos britadores se desgastam rapidamente, o que justifica maior frequência de manutenção.

Moinhos

O maior cuidado com esse equipamento se deve ao fato de que moinhos devem operar de forma contínua e a substituição de peças defeituosas é fundamental para que o equipamento funcione de forma ideal.

Peneiras fixas e vibratórias

São máquinas que operam no processamento e gerenciamento de resíduos. A perda da tela e o mau funcionamento do alimentador geralmente interrompem o funcionamento do equipamento, influenciando na produtividade da mineradora.

Entre as falhas típicas do equipamento encontram-se a sobrecarga, afrouxamento da peneira, danos na embreagem ou nos rolamentos, e falta de lubrificação.

Soluções Antares para o Setor

Antares Acoplamentos oferece uma linha específica de acoplamentos para transportadores de correia, a Linha H/HR. Tratam-se de acoplamentos que trabalham a seco, ou seja, não têm a necessidade de lubrificação. Com montagem e desmontagem facilitadas, esses equipamentos são compostos por dois cubos, dois porta-elementos, capa de proteção e elementos elásticos. Devido a essas características, têm alta capacidade de torque.

Os segmentos industriais que utilizam acoplamentos são muito variados. Cada aplicação requer um acoplamento apropriado, a fim de garantir produtividade com o mínimo de manutenção possível. No caso dos setores como a mineração, cuja atividade essencial depende de transportadores de correia para uma movimentação uniforme e segura de materiais sólidos, são necessários acoplamentos que unem alta transmissão de torque e grande capacidade de absorção de desalinhamentos.

acoplamento de pinos vantagens

Manutenção facilitada

A manutenção preditiva nos acoplamentos da Linha H/HR pode ser realizada pela inspeção visual dos elementos elásticos. Verificar falhas, aparecimento de trincas ou esmagamento nos elementos elásticos. A manutenção pode ser realizada com a máquina parada ou em funcionamento (através de um estroboscópio). A troca dos elementos é realizada sem o afastamento das bases dos equipamentos, desta forma o alinhamento entre os eixos não é perdido. A manutenção é facilitada e o tempo de parada é reduzido, o que se traduz em ganho para o cliente.

acoplamento de precisão entenda o que é

Torque garantido

Os elastômeros (além da transmissão do torque) dos acoplamentos da Linha H/HR são responsáveis por garantir a elasticidade ao conjunto e, por isso, são capazes de absorver desalinhamentos. Estes elementos são planos, desta forma o ajuste e a acomodação do elemento em relação às garras do porta-elemento é facilitado, garantindo a completa transmissão de torque.

Componentes

Forma H
Dois cubos, tampa metálica e conjunto de elastômeros. Modelos disponíveis: H307, H357 e H367.

Forma HR
Dois cubos, dois porta-elementos, tampa metálica e conjunto de elastômeros. Disponível para todos os modelos.

 

 

Sobre o autor:
Suzana